Quem somos

O que é o Voto Pelos Animais?

O projeto Voto pelos Animais é uma plataforma política e apartidária que agrega diretrizes consideradas estratégicas pelos coletivos e movimentos que a construíram em prol dos animais não humanos.

Diferente de outras iniciativas no país e no mundo, a plataforma não é um fim em si mesma, mas um ponto de partida para o diálogo com os candidatos às eleições de 2016, sejam aos cargos do Executivo ou Legislativo.

Tendo como diretriz primeira o reconhecimento da senciência dos animais não humanos pelos Códigos Civil e Penal, seguindo assim o bom exemplo da França, o Voto pelos Animais busca o comprometimento da gestão pública com eixos essenciais para a causa animal, como a elaboração de políticas públicas integradas para a causa (e sua específica dotação orçamentária), a elaboração e aprimoramento de legislação referente à comercialização e/ou proteção de animais silvestres, domésticos e exóticos e a educação no âmbito da família, da sociedade e do Estado.

Histórico

O Movimento Mineiro pelos Direitos Animais (MMDA) vem, desde sua criação, buscando fomentar a participação da sociedade civil nas decisões públicas relacionadas à causa animal.

Este é o 4º pleito que o MMDA busca atuar em conjunto com outras organizações, entretanto, no presente, de uma forma acentuadamente mais amadurecida e articulada – resultado de um conjunto de situações convergentes.

No primeiro ano em que o MMDA propôs a mobilização (2010), a ideia era eleger um candidato que historicamente defendia a causa, mas o mesmo não se candidatou e o projeto não foi avante.

Em 2012, já em parceria com o GT Defesa Animal do Movimento Nossa BH, foram avaliadas as propostas dos candidatos existentes aos cargos municipais, para que os ativistas tivessem conhecimento de quem estava levantando a bandeira da causa.

Em 2013 a experiência foi na incidência no Plano Plurianual Governamental, com grande êxito por ter sido precedida pela análise feita dos programas de campanha dos candidatos. Foi com essa justificativa que historicamente o MMDA, aliado ao Nossa BH, teve seis sugestões aprovadas pela Câmara Municipal no debate do PPAG.

Em 2014, após uma série de eventos que despertaram novamente a importância dessa articulação (participação no Acampamento Nacional em Brasília em fevereiro, conhecimento do projeto Observatorio Animalista realizado na Colômbia em março, aprovação de sugestões na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) em junho, convites de políticos partidários para apoiarem suas campanhas) o MMDA novamente se uniu ao GT Defesa Animal do Movimento Nossa BH para mobilizar sociedade e candidatos em prol dos Direitos Animais.

O Movimento Nossa BH, signatário da Agenda Brasil Sustentável, a apresentou para o MMDA como inspiração para nossa articulação e, durante todo o mês de agosto, os coletivos que hoje assinaram a plataforma Voto Pelos Animais construíram, colaborativamente, o documento e o planejamento de ações para sua divulgação.

Agora em 2016, já no pleito municipal, o MMDA e o Movimento Nossa BH novamente se unem em mais uma edição do Voto pelos Animais, em uma tentativa de diálogo com os candidatos ao cargos de prefeito e vereador.

Nós acreditamos no poder da sociedade. Juntos, podemos sempre mais.

Por um Brasil que respeite os Direitos Animais, avancemos!